• Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
Unindo forças por um IFSC melhor!

POLÍTICA ESTUDANTIL

A Gestão IFSC 2020-2024 considera os estudantes como sujeitos ativos do processo institucional, com direito à educação pública, gratuita e de qualidade. Entendemos o estudante como protagonista na luta por transformações educativas e das realidades sociais e, por isso, temos o compromisso de garantir aos estudantes voz e participação nos processos de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão no IFSC. Nesse sentido, propõem-se os seguintes compromissos.

1 Desenvolvimento de uma Política de Assistência Estudantil que amplie a participação dos agentes envolvidos.

 

  • Fortalecer o Programa de Atendimento ao Estudante em Vulnerabilidade Social (PAEVS) e demais ações de assistência estudantil, com foco na infraestrutura tecnológica necessária e adequação das demandas de pessoal.

  • Buscar a ampliação dos recursos financeiros destinados aos programas de Assistência Estudantil, considerando as possibilidades de custeio institucional.

  • Garantir o planejamento participativo dos recursos orçamentários de assistência ao estudante.

  • Aperfeiçoar a implementação do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e garantir o aporte da instituição para melhoria da política pública em curso.

  • Aprimorar as licitações das cantinas saudáveis (com escolhas de cardápios inclusivos, que levem em conta as especificidades alimentares dos estudantes e trabalhadores da educação - como veganos, vegetarianos, celíacos e diabéticos).

  • Discutir a implantação dos Restaurantes Estudantis nos câmpus, subsidiados por programas de alimentação do Governo Federal, nos moldes dos Restaurantes Universitários - RU.

  • Debater a criação de um Programa de Saúde Preventiva para os estudantes, que estabeleça acompanhamento clínico, psicológico e de condições ambientais.

  • Implementar uma política de acompanhamento e formação continuada de egressos, por meio do Observatório de Egressos.

  • Implementar uma política de acompanhamento da evasão escolar, por meio do Observatório da Permanência e Êxito.

  • Promover ações de inclusão e ambientação de estudantes com deficiência por meio dos NAEDs - Núcleos de Acessibilidade Educacional.

  • Promover ações de inclusão social, étnica, de gênero e de diversidade, por intermédio da criação de Núcleos de Estudo, Pesquisa e Extensão em Direitos Humanos, Combate à Intolerância e Todas as Formas de Discriminação - NEPE-DH, em conformidade com o núcleo criado no Campus Florianópolis.

 

 

2 Fortalecimento da participação estudantil nos processos de gestão institucional.

 

  • Estabelecer um diálogo entre a reitoria e as entidades estudantis, a partir de eventos e de um fórum permanente.

  • Reconhecer a legitimidade do movimento estudantil por meio das suas entidades representativas, respeitando sua autonomia.

  • Ampliar e fortalecer a participação estudantil nos fóruns e colegiados do IFSC.

 

 

3 Melhoria das condições de infraestrutura institucional.

 

  • Promover a discussão do uso de espaços nos câmpus que repensem a infraestrutura local para ampliar as condições de alimentação, de convivência e de integração dos estudantes.

  • Melhorar as condições de acessibilidade para os estudantes.

  • Ampliar, nos câmpus, os espaços para a prática de esporte entre os estudantes.

  • Garantir o adequado funcionamento dos setores de atendimento aos estudantes.

  • Melhorar as condições de salas de aula e laboratórios, otimizando o seu uso para os diversos cursos dos câmpus.

 

 

4 Fortalecimento das políticas institucionais de estágio, intercâmbio e empreendedorismo social.

 

  • Difundir e planejar programas de intercâmbio nacional e internacional para cursos técnicos, de graduação e de pós-graduação.]

  • Desenvolver um Portal Web de Intercâmbio e um Portal Web de Estágio para estimular a aproximação entre as ofertas de estágio/intercâmbio e estudantes, permitindo o acesso às informações e legislações pertinentes.

  • Incentivar ações de cooperativismo, associativismo e empreendedorismo social junto aos estudantes, estimulando a criação de novas empresas juniores e a consolidação das já existentes.

 

5 Incentivo à participação em atividades científicas, artísticas, culturais e desportivas.

 

  • Ampliar e apoiar a participação dos estudantes em eventos científicos, esportivos, artísticos e culturais (SEPEI, JIFSC, Didascálico, Mostras Culturais e Semanas Tecnológicas Locais, entre outros).

  • Criar uma Revista da Iniciação Científica e Tecnológica específica para publicações dos estudantes, incentivando e aprimorando a redação de artigos técnico-científicos e estimulando a continuidade dos trabalhos com vistas à publicação em periódicos qualificados.

  • Viabilizar a criação de coordenadorias de atividades artísticas, desportivas e culturais nos câmpus.

  • Estimular e fortalecer a formação de grupos locais ligados a diferentes manifestações artísticas e culturais, como teatro, dança, canto, orquestra e outros.

  • Incentivar a formação de atletas e equipes locais de diferentes modalidades, visando a integração dos estudantes.

  • Estimular o trabalho com as rádios escolares e com outras formas de mídia pedagógica do IFSC.